Warning: include_once(/home/denisleite/denisleite.com/wp-content/plugins/wordsocial/wordsocial.php): failed to open stream: Permission denied in /home/denisleite/denisleite.com/wp-settings.php on line 255

Warning: include_once(): Failed opening '/home/denisleite/denisleite.com/wp-content/plugins/wordsocial/wordsocial.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php:/usr/local/php5/lib/pear') in /home/denisleite/denisleite.com/wp-settings.php on line 255
Como reduzir CAPEX em projetos de automação? Entenda o “barato que sai caro” e passe a enxergar os custos “invisíveis”… | Dênis Leite

automação para competitividade

Como reduzir CAPEX em projetos de automação? Entenda o “barato que sai caro” e passe a enxergar os custos “invisíveis”…

É muito fácil contabilizar o custo de aquisição de um projeto. Ele consiste naquele que se paga pelos materiais adquiridos e serviços contratados.

O problema é que o custo total muitas vezes supera, e muito, o custo de aquisição. Ou seja, a empresa gasta MUITO MAIS para viabilizar a execução do projeto, do que pagou em materiais e serviços que supostamente seriam suficientes.

A tabela abaixo mostra como uma fábrica pode gastar MUITO MAIS para executar um projeto “do que pensa…” Nas colunas à direita, relacionamos: (OS: outros serviços, RH: recursos humanos, MP: matéria-prima EN: Energia, OP: outras despesas; DI: danos e incidentes).

OS CUSTOS “INVISÍVEIS” QUE QUASE NINGUÉM CONSIDERA NA HORA DE COMPRAR PROJETOS
SITUAÇÕES ___OCORRÊNCIAS___ OS RH MP EN OD DI
Quando o escopo é mal definido o projeto sai mais caro porque o fornecedor entrega recursos que entendeu serem necessários mas não são $
o projeto sai mais caro porque a fábrica precisa aditar o projeto para integrar o que “faltou” especificar no escopo $
o tempo de desenvolvimento é extrapolado porque ao longo do projeto “descobre-se” que há furos no escopo $
todos os custos envolvidos aumentam $ $ $ $ $ $
Quando o tempo de execução supera o previsto a equipe da fábrica atrasa outras atividades, precisa trabalhar em hora extra ou contratar outros serviços de terceiros; $ $
a produção atrasa e precisa trabalhar em hora extra, aumentando o consumo de energia elétrica, recursos humanos e outros custos; $ $ $ $
Quando o fornecedor não conhece a fábrica a equipe de engenharia, manutenção, produção e demais áreas envolvidas precisarão mobilizar mais pessoas, por mais horas, para discutir o projeto junto ao fornecedor, e essas pessoas estarão deixando de realizar outras atividades; $
a fábrica precisará disponibilizar mais pessoas, e pessoas mais preparadas, para acompanhar o fornecedor durante a execução do trabalho; $
será necessária mais atenção na revisão do escopo, da proposta e da documentação; $
os testes precisarão ser ainda mais criteriosos. $ $ $
Quando o fornecedor não tem experiência o e a equipe da fábrica é experiente a equipe da fábrica precisa orientar o fornecedor em COMO fazer o trabalho dele; $
a equipe da fábrica mobiliza mais tempo de sua equipe para dar assistência ao fornecedor; $
a equipe da fábrica dedica atenção ainda maior às revisões e aos detalhes de funcionamento e operação; $
a equipe da fábrica realiza mais testes de plataforma; $
Quando o fornecedor não tem experiência o e a equipe da fábrica não é experiente, acaba perdendo muito tempo nas intervenções porque há muitos erros e desvios a serem ajustados; $
gasta-se mais matéria-prima, energia elétrica, recursos humanos e outros recursos em testes; $ $ $ $
trabalha em hora extra; $
precisa lidar com danos em equipamentos; $
arrisca a segurança das pessoas e do processo. $

Sendo assim, o custo total de um projeto, se não for bem definido e o fornecedor não for experiente e compromissado com os objetivos do cliente, pode ser MUITO MAIOR que o custo previsto.

Veja se esses problemas acontecem na sua empresa, ou se eu estou “falando bobagem”. Se eles realmente acontecerem, você pode reduzir seu custo de CAPEX se mapear o sucesso dos projetos executados considerando os aspectos citados para selecionar seus fornecedores.

Os processos de aquisição normalmente são centrados em preço e capacidade técnica do fornecedor. Mas onde fica a sinergia entre o fornecedor e a equipe da fábrica??? A disponibilidade do fornecedor em atender à fábrica na hora em que é necessário??? A parceria??? O compromisso???

Ou seja, se queremos resultados diferentes, precisamos trilhar caminhos diferentes! Reveja seu processo de aquisição e torne-o mais eficaz! Considere o custo GLOBAL do projeto, e não somente o “custo teórico de aquisição”.

Na Mekatronik nós sempre conduzimos os projetos com FOCO NO RESULTADO. A melhor forma de confirmar se o que estou dizendo é verdade, é conversando com nossos clientes! Se você está interessado em discussões como essa, estamos formando grupos temáticos. Basta se inscrever clicando aqui.


Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Spam Protection by WP-SpamFree

  • Categorias