Warning: include_once(/home/denisleite/denisleite.com/wp-content/plugins/wordsocial/wordsocial.php): failed to open stream: Permission denied in /home/denisleite/denisleite.com/wp-settings.php on line 255

Warning: include_once(): Failed opening '/home/denisleite/denisleite.com/wp-content/plugins/wordsocial/wordsocial.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php:/usr/local/php5/lib/pear') in /home/denisleite/denisleite.com/wp-settings.php on line 255
Como saber se o consórcio vale à pena? | Dênis Leite

automação para competitividade

Como saber se o consórcio vale à pena?

Normalmente escrevo sobre projetos de automação, mas este post está mais relacionado com finanças. Trata-se de um episódio que aconteceu recentemente em que tive que comparar um consórcio com um financiamento. Para os que não são muito introsados com a matemática financeira, estou anexando uma planilha simples de Excel que permitirá a qualquer pessoa fazer a mesma comparação que fiz, com quaisquer que sejam os valores.

Outro dia levei o carro da minha esposa para trocar o óleo numa concessionária e como fiquei com tempo livre, decidi verificar as condições de financiamento para carros novos. Acontece que acabei sentando à mesa de uma vendedora de consórcios. Eu disse que estava em busca de financiamento mas ela foi incisiva em dizer que o consórcio era o melhor negócio.

Decidi ouvir a proposta para poder avaliá-la.

Ela me disse que não haviam juros imbutidos, mas apenas uma taxa administrativa de 0.25% ao mês. Eu estranhei o fato mas continuei ouvindo.

Ao final da explanação, ela chegou a uma proposta para um grupo, segundo ela muito bom. Neste grupo, seria muito provável que com um lance de 50% do valor do veículo eu conseguisse levar o carro, redividindo o saldo na quantidade de parcelas restantes ou reduzindo a quantidade de parcelas do consórcio.

Eu precisava comparar o consorcio com um outro investimento, que naquele momento, seria o financiamento. Para isso, eu precisava saber qual a taxa de juros que eu estava pagando. Quero deixar bem claro que eu realmente compraria o consórcio se fosse um bom negócio.

Daqui pra frente, os valores serão todos apróximados. Não lembro dos números exatos.

Creio que era dia 11/03 e havia um sorteio dia 30/3. Solicitei à moça que fizesse uma simulação, com os seguintes dados:

  • Valor do veículo: R$ 41.000,00
  • Primeira parcela do consórcio: 700,00 (paga em 11/3/11)
  • Lance: R$ 22.500,00 (pago em 30/3/11, dia do sorteio)
  • Saldo dividido em 48 parcelas

Quanto será o valor de cada uma das 48 parcelas restantes?

Ora, observe que o que estou fazendo, basicamente, é o equivalente a comprar no valor de R$ 41.000,00, pagando como entrada R$ 23.200,00 e financiando o resto em 48 meses.

A moça do consórcio me disse que nessas condições a parcela seria de R$ 530,00/mês. (48 x R$ 530,00)

Com esses dados, calculei a taxa de juros equivalente e, surpresa, Taxa=1,56%. Bem maior que os 0.25% de taxa administrativa, não?

Agora vou explicar o porquê da surpresa.

O detalhe é o seguinte: eu estava entrando num grupo de consórcio de 64 meses. 64 meses x taxa de 0.25% ao mês = 16% de taxa administrativa durante todo o consorcio.

A concessionária, então, multiplica: valor do carro (41.000,00) pela taxa (16%) e soma, chegando ao valor de R$ 47.560,00.

Observe que ela está me cobrando o valor do carro (41.000,00) + R$ 6.560,00 para administrar o consórcio.

Ocorre que quando eu pago mais de 50% do valor do carro no lance, a concessionária continua me cobrando os mesmos R$ 6.560,00, para administrar o restante da operação. Ou seja, eu paguei metade da dívida, e ainda continuo pagando despesa administrativa pela dívida inteira.

Para chegar à parcela de R$ 530,00, ela faz: (47.560,00 – 22.500,00 – 700,00), chegando a um saldo devedor de R$ 24.360,00.  Se dividirmos então os 24.360,00 por 48 parcelas deveriamos achar os R$ 530,00. Só que não o encontramos, porque existem algumas outras despesas envolvidas.

Bem, resumo da ópera: eu disse à moça que o consórcio estava muito caro porque a taxa de juros equivalente era de 1.56%, ela argumentou que não e chamou o chefe dela. O rapaz veio conversar comigo, eu argumentei que a oferta não era interessante pra mim porque tenho acesso a financiamento com taxa menor. Ele fez um sorrizo sarcástico e disse que não há nada melhor que o consórcio, e que as minhas contas estavam equivocadas.

Então, eu o sugeri que fosse ao balcão de financiamento e solicitasse ao pessoal uma simulação considerando os mesmos dados do consórcio: valor do carro: R$ 41mil, entrada: R$ 23.200,00 e parcelamento do saldo(R$ 17.800,00) em 48 parcelas.

Infelizmente, o rapaz não voltou. Solicitou que um assistente trouxesse um papel com a resposta que dizia: valor financiado=17.800, 48 x 580,00. Ou seja, a parcela do consórcio seria R$ 530, e a do financiamento, R$ 580, para o mesmo número de parcelas e a mesma entrada.

Ora, aplicando a mesma regra a este outro financiamento chegamos a uma taxa equivalente de 1.76% para o financiamento. Sendo assim, devemos concluir que o consórcio era um investimento melhor que o financiamento naquela concessionária, mas não é tão bom quanto os vendedores de consorcio dizem. E ainda, consultei alguns colegas e verifiquei que é possível obter uma taxa ainda menor que 1.56%, a depender do banco com o qual se trabalha e do relacionamento com o mesmo.

Há um outro detalhe MUITO IMPORTANTE. No consórcio, o valor da parcela é reajustado conforme varie o valor do carro, que sempre é corrigido. Ou seja, a parcela irá subir sempre que o preço do carro subir, enquando no financiamento, o juros é fixo, então a parcela também é fixa.

Conforme comentei no início do post, para facilitar a vida de todos os que não são muito introsados com a matemática financeira, estou anexando uma planilha que possibilita análises como essa. Basta preencher os campos em amarelo e observar os resultados nos campos seguintes.

Não estou dizendo que o consórcio é um mau negócio, mas também não é excelente como dizem. Coloque na ponta do lápis!

Planilha para calcular a taxa financeira embutida num Consorcio


6 Comments

  • Ótimo post Dênis,
    Estava precisando exatamente desse tipo de informação.

    No meu caso irei dar um lance de 30% do valor do veículo, então acredito que possa ser mais vantajoso o consórcio.

    Com relação ao financiamento do veículo é cobrado o CET(Custo efetivo total) que costuma deixar o financiamento um pouco mais caro.

    Obrigado.

  • Oi Rafael. Que bom que o post ajudou.
    A dica é sempre fazer a comparação entre financiamento e consórcio nas mesmas condições. Se você pretende dar 30% de entrada, deve simular o financiamento dando a mesma entrada e comparar o valor da parcela. Se houverem taxas, some-as ao lance que você daria no consórcio.
    De todo modo, é importante ficar antenado nas promoções que propõem 50% de entrada e 50% em 24 meses sem juros. Elas costumam ser vantajosas se você puder assumir uma parcela maior.
    Sucesso na sua aquisição!

  • Olá Dênis!

    Tenho tentado entender um pouco melhor sobre consórcios. Seu artigo trata bem do que me interessa. Embora já tenha passado alguns meses desde a sua postagem, resolvi retomar a questão. O fato é que lendo…fiquei com duas dúvidas:

    1. Pensando no consórcio sem dar lance: R$700,00 x 64 meses = R$44.800,00. Subtraindo R$41.000,00 deste valor, temos R$3.800,00, que é somente 9,2% do total da carta de crédito. Esta taxa % não está muito baixa. Não deveria ser de 16% mais outros custos? Os dados estão corretos?

    2. Você calculou a “taxa de juros equivalente” de 1,56% (juros compostos) e comparou com a taxa de 0,25% (juros simples) que a vendedora citou. Desconfio que isto não pode ser feito. Acho que o correto é comparar as taxas equivalentes (juros compostos) das condições de consórcio “com lance”, “sem lance”. Pelas minhas contas, deveríamos comparar 1,56% com 0,28%. Por outro lado, este 0,28% podem estar errado, dependendo da sua resposta para a questão 1. Acho que eventuais correções não vão mudar a conclusão, mas eu queria entender o conceito. Estou enganado?

    Obrigado,

    Marcos

  • Oi Marcos,
    Em primeiro lugar, obrigado pela contribuição.

    Como esse não é uma assunto do meu dia-a-dia, reli o post para relembrar dos detalhes.
    No caso que citei no post, o grupo do consórcio já estava em andamento. Era um grupo de 64 meses e acho que faltavam 48 quando eu estive na consercionária.

    Meu propósito ao escrever esse post foi chamar a atenção das pessoas para o fato de que os vendedores costumam comparar “laranja com banana”. Ou seja, eles te abordam dizendo que o juros do financiamento é 1.8% e que no consórcio só há uma taxa administrativa de 0.25% ao mês. Note que uma coisa não tem nada haver com a outra.
    Não é que os 0.25% são aplicados em juros simples, é que não tem nada, de nada haver mesmo.

    Os 0.25% funcionam da seguinte maneira: Se o consórcio é de 64 meses, eles vão te cobrar (0.25% x 64meses) = 16% do valor total do veículo. Se o consórcio fosse de 48 meses, o custo seria: (0.25 x 48) = 12%, e assim por diante. Ou seja, não tem nada de juros simples. Na minha opinião, é simplesmente uma abordagem “enrolona”, que tende a confundir a maioria das pessoas já que poucos conhecem matemática financeira.

    Se você gosta de finanças, então observe o seguinte: se você vai comprar um carro no consórcio e está pensando em dar um lance de 50%, a consercionária não vai te dar nenhum centavo de desconto, e é justamente aí que está o grande custo da operação, porque o que era 16% do valor total, passa a ser 32% do valor restante.
    Traduzindo em miudos: Carro custa 41mil. 16% de 41mil = R$6.560,00.
    Se você pagar R$ 20.500,00 de lance, pra pegar o carro, vai continuar pagando os R$ 6.50,00. Que são 32% do saldo restante(R$ 20.500,00).

    É por isso que quando você compara com o financiamento, a diferença do custo financeiro cai substancialmente.

    Se você observar, de todo modo o consórcio ainda era mais vantajoso que o financiamento. Eu escrevi o post porque não concordo com a prática de se aproveitar do desconhecimento do cliente para fazê-lo crer que está fazendo um “negócio da china”.

    Se fores investir num consórcio ou outro negócio que seja, a dica é sempre compará-lo com outras alternativas de investimento ou de financiamento que você tenha.

    Espero ter ajudado! Conforme seja, sinta-se à vontade para questionar outros detalhes ou nos trazer algum caso específico que você esteja analisando.

  • grande contribuição! Eu percebi que ia entrar numa roubada
    verificando no site do banco que o consórcio você paga a taxa de
    juros da taxa de administração na PRESTAÇÃO! então ele vai sempre
    somando 1%+1%. mesmo que vc antecipe as parcelas a taxa vai
    continuar idêntica. furada total.

  • pro meu caso que pretendo dar 50% e pagar em 12 meses o
    restante! o meu caso de um carro de 35mi vou pagar 5mil de taxa adm
    em 12 meses! isso é um juros quase 10% ao ano,

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Spam Protection by WP-SpamFree

  • Categorias