Gerenciamento de Alarmes: transformando dados em informações úteis com o Orkan Analytics. | Dênis Leite

automação para competitividade

Gerenciamento de Alarmes: transformando dados em informações úteis com o Orkan Analytics.

Segundo a norma EEMUA 191, um alarme é uma notificação ao operador sobre a ocorrência de uma anormalidade que necessita que uma ação seja tomada, mesmo que mental. Sistemas de alarmes têm a função de receber essas notificações e apresenta-las ao operador.

Os sistemas convencionais de alarmes, em suas concepções mais básicas, contribuem para que os profissionais de operação obtenham respostas para as seguintes perguntas:

  • Quais alarmes estão ativos neste momento?
  • Quais os mais críticos? Que devem ser atendidos primeiro.
  • Desses, quais já foram reconhecidos pelo operador? E quais não?
  • Quais alarmes aconteceram ontem à noite, às 10h da segunda-feira passada ou imediatamente antes da parada de hoje pela manhã?
  • Quantas vezes um determinado alarme aconteceu?

Ao chamar a atenção do operador para significativas mudanças no processo, e que necessitam de ação corretiva, eles o auxiliam a manter a planta dentro de uma faixa segura de funcionamento.

Ocorre que, não somente, mas principalmente quando o sistema de alarmes é criado sem a adoção de um método ou filosofia adequada, diversos problemas podem ocorrer e precisam ser administrados, tais como:

Alarmes irrelevantes: gerados quando não há nenhuma condição anormal no processo ou que exija ação do operador.

  • Distraem a atenção do operador
  • Atrapalham a resolução de alarmes reais
  • São normalmente causados por problemas de manutenção, fora da alçada do operador

Alarmes de Estados: permanecem ativos por longos períodos

  • Não exigem ação do operador
  • Não são desativados depois da ação do operador

Avalanches de Alarmes: múltiplos alarmes que ocorrem num curto período de tempo, normalmente iniciados por um único evento mas que não é facilmente identificado em meio à avalanche.

  • Problema complexo em sistemas de alarmes
  • Um dos mais complexos de ser resolvido
  • Normalmente desencadeado por um evento específico
  • Confundem o operador

Ausência de clareza: a causa e a ação que deve ser tomada não estão claras.

  • Atrapalha mais do que ajuda.

A existência desses problemas impacta negativamente na eficiência do sistema de alarmes e, a depender da situação, pode repercutir no descrédito do sistema. Não é difícil encontrar sistemas em que alguns alarmes permanecem ativos por longos períodos e são considerados “normais”, e outros em que os operadores já nem olham a tela de alarmes porque não sabem o que é, de fato, problema, e o que é “ruído”.

Sendo assim, uma vez reconhecida a importância dos sistemas de alarmes para a segurança de máquinas e dos processos fabris, sua concepção, manutenção, operação e gerenciamento devem receber a devida atenção para garantir sua eficiência.

Para a identificação e o isolamento de cada um desses problemas, a verificação de sua criticidade e a priorização de ações, é necessário lançar mão de ferramentas matemáticas e estatísticas, cujas respostas incluem KPIs, gráficos e tabelas. Em muitos casos, o MS Excel é a ferramenta adotada.

Ocorre que na maioria dos casos, o profissional responsável pelo gerenciamento de alarmes possui uma base instalada de CLPs e supervisórios bastante heterogenea. Cada sistema registra alarmes de maneira particular. Além disso, na maioria dos casos, o escopo da supervisão só vai até o monitoramento dos alarmes, não chegando ao gerenciamento.

Para apoiar a resolução desses problemas, estamos lançando o Orkan Analytics, um aplicativo que permite:

  • A importação de dados de bases distintas para uma base SQL comum;
  • A estruturação desses dados de forma que possam ser processados e/ou cruzados com outros dados produzindo informações úteis;
  • A geração de gráficos e tabelas e o cálculo de KPIs.

Através do Orkan Analytics é possível gerar uma inifinidade de gráficos e tabelas. Para a aplicação de gerenciamento de alarmes, destacamos as seguintes:

  • Analisar o comportamento de um alarme específico ou de vários alarmes no tempo (ocorrência e recorrência)
  • Traçar Paretos de ocorrência de alarmes por tempo ou frequência para identificar quais alarmes mais ocorrem e quais ocorrem por mais tempo.
  • Analisar a distribuição de prioridades (%críticos, %alertas, %informativos)
  • Identificar períodos de avalanches e verificar os alarmes ocorridos nesses períodos;
  • Analisar tempos de duração ou de reconhecimento (tempo médio, máximo e mínimo) de um alarme específico ou de todos os alarmes.

Facilitar a vida dos nossos clientes através do fornecimento de soluções que combinem sofisticação, praticidade, segurança e excelente relação custoxbenefício são algumas das nossas responsabilidades das nossas empresas. Estamos certos de que o Orkan Analytics é uma solução totalmente alinhada com esses princípios.

Visite www.mekatronik.com.br e www.orkan.com.br.


One Comment

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Spam Protection by WP-SpamFree

  • Categorias